Novo logo do Palermo: 3 coisas que você não percebeu

Novo logo do Palermo

O novo logo do Palermo foi oficialmente apresentado aos torcedores e à sociedade. As diferenças para o escudo ao qual os apaixonados pelo campeonato italiano estão acostumados são gritantes. Veja mais abaixo o comparativo.

Entretanto, assim como a Juventus revolucionou e escondeu elementos no seu brasão, o Palermo também busca passar uma mensagem bem clara. Algo que vai muito além da cabeça da águia.

Como se sabe, o Palermo terminou a última campanha da Serie B em posição suficiente para garantir o acesso. Mas por que então ele não está entre os 20 times da Serie A 2019-2020? Simples: ao final da competição, as complicações financeiras e administrativas acumuladas fizeram a federação italiana mandar o time direto para Serie D. Entre os motivos, além das dívidas não pagas, o clube teve os documentos de inscrição na segundona rejeitados.

Os detalhes do novo logo do Palermo

O novo logo do Palermo tem criação assinada pela agência Gomez e Mortisia. Sem ter acesso ao brainstorm que gerou a arte final, está bem claro que o objetivo era modernizar o escudo.

Do formato clássico à completa ausência do nome do time – pelo menos no escudo que irá na camisa. As mudanças são radicais e já desagradaram alguns torcedores, como dá para ver nos comentários dos noticiários italianos.

Porém, olhando mais de perto, dá para entender e fazer uma leitura aprofundada do porquê de a mudança acontecer justamente agora. Além disso, há elementos escondidos, que a maioria seguramente deixou passar.

Novo logo do Palermo antes e depois
À esquerda, o escudo antigo do Palermo. À direita, o novo (Divulgação)

1- O renascimento

O novo logo do Palermo não foi lançado agora por acaso. A mensagem passada com um logo arrojado e completamente diferente do último é evidente: “não somos mais aquele velho clube”.

Isso representa muito para a sociedade da Sicília. Tudo porque, especialmente na Itália, os clubes são considerados patrimônio da cidade, da província. Tanto que foi o prefeito siciliano que autorizou a aquisição do “patrimônio” por parte dos empresários Dario Mirri e Tony Di Piazza. O grupo Hera Hora.

Sinto a responsabilidade de uma missão diante da alegria do torcedor, porque tenho a certeza de que depois de tanto sofrimento há a oportunidade de escrever lindas páginas.

Dario Mirri

De acordo com a nova diretoria, o logo foi o primeiro passo de um projeto que pretende recolocar o Palermo na Serie A em três anos.

2 – O “P” de Palermo

Novo logo do Palermo P
A letra “P” em preto, destacada do restante do escudo (Golazzo)

Um elemento bem visível no novo escudo do Palermo é a águia. Símbolo do time e da Sicília, o animal inspirou até o nome da campanha: #SiamoAquile (somos águia).

No entanto, um outro muito importante e pouco observado por olhares apressados é a letra “P”. Ele está atrás da cabeça da águia, em preto, em alusão óbvia à letra inicial do time.

3 – Pouco rosa. Mau sinal?

Tão cedo a novidade foi divulgada e os torcedores encheram as páginas da internet com comentários. Nem tanto negativos, mas com sugestões de melhorias.

De todas as críticas, a mais barulhenta foi a ausência do rosa. Ou do pouco uso da cor. Segundo os torcedores, o rosa é o que mais identifica o time. Algo que não se vê no novo escudo.

Muito se fala que a origem das cores do Palermo, o rosanero (rosa e preto), vem de uma decisão tomada quando o time vivia muitos altos e baixos. Como se o rosa representasse as glórias e o preto os momentos ruins. Ainda que existam versões mais românticas, como a da Fiorentina e a lavagem mal-sucedida que originou a camisa roxa, essa dos bons e maus momentos é a mais aceita.

Pensando nisso, ao contrário do que pensam os novos diretores, o novo logo “agridoce” apresenta muito mais elementos amargos do que doce. Vale lembrar que no logo antigo, a divisão entre as duas cores era praticamente exata.


Comentários

Comentários

Top