Por que a camisa da Fiorentina é roxa e o mito da lavanderia

O mito por trás da origem do roxo na camisa da Fiorentina ganhou uma versão extraoficial com um enorme número de adeptos recentemente.  Considerada uma das mais belas da Itália, afinal são pouquíssimas equipes que usam a cor, ela tem seu nascimento envolto em mistérios de duas versões: uma bem poética e outra mais factual.

Antes de tudo, é bom lembrar que a cidade-natal da Fiorentina é Florença. A localização é reduto da arte na essência da palavra, berço do Renascimento e local de nascimento para artistas cuja importância das obras ecoa até hoje.

Tal particularidade serve como justificativa para ambas as histórias que contam a origem do tom roxo. Contudo, as similaridades, que são poucas, acabam por aí. De comum, elas têm apenas a versão anterior: uma camisa com duas metades verticais, uma branca e outra vermelha (biancorossa).

Esta versão, a primeira de todas, estreou em 1926 juntamente com o nascimento da Associazione Calcio Fiorentina. Ela é explicada pela união de duas equipes: CS Firenze, que vestia branco, e Palestra Ginnastica Fiorentina Libertas, que vestia vermelho. Há rumores, sem confirmação, que defendem o branco e vermelho como homenagens a heróis da Toscana. A camisa roxa estreou oficialmente em 1929.

Camisa da Fiorentina era branca e vermelha
A camisa da Fiorentina com metades branca e vermelha da Fiorentina (ViolaChannel)

A camisa da Fiorentina que ficou roxa após a lavagem

A primeira camisa da Fiorentina foi utilizada por três anos, passando em seguida por uma mudança extremamente radical. A versão mais romântica da crônica argumenta com diálogos datados da época que, em razão de uma lavagem malsucedida dos uniformes, o que antes era branco e vermelho se tornou roxo.

Entretanto, embora haja muito de encantador na história, há pouco de conteúdo factual, por isso muitos a contestam. Além disso, é de se imaginar que o próprio efeito de uma lavagem indevida geraria um tom mais para rosa do que para roxo.

A escolha de Luigi Ridolfi e o amistoso com o Ujpest

Em 1929, a Fiorentina tinha como diretor e grande responsável pela gestão de futebol um homem chamado Luigi Ridolfi. Em setembro daquele ano, prestes a disputar um amistoso contra a Roma, a Fiorentina vestiu roxo pela primeira vez em sua história.

Ujpest FC inspirou a camisa da Fiorentina
Camisa do Ujpest FC de 2017, que hoje está mais para o azul (Facebook).

O fato se deu ao puro desejo e arbítrio de Ridolfi, que o consumou por querer algo original para o clube. Algo que representasse e virasse símbolo para a cidade de Florença.

Há quem diga também que a cor roxa era muito importante para a família de Ridolfi à época. Outro suposto ponto de vista afirma que ele se encantou com o uniforme do Ujpest, clube da Húngia. No ano anterior, a Fiorentina disputou um amistoso.

Comentários

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta