Na lanterna, Sampdoria demite Di Francesco após 7 jogos

Sampdoria demite Di Francesco

A Sampdoria demitiu o técnico Eusebio Di Francesco nesta segunda-feira, 7 de outubro. A primeira queda de técnicos no campeonato italiano 2019-2020 foi oficializada por meio de nota no site do clube. Curiosamente, minutos depois do anúncio, o portal oficial da Samp saiu do ar por causa do número alto de visitas.

Contratado no verão europeu, ou seja, no início desta temporada, Di Francesco durou apenas 7 rodadas. O motivo mais óbvio da demissão está na classificação da Serie A. Afinal, com apenas 3 pontos somados de 21, a Sampdoria está na última colocação do campeonato italiano.

Contratado após trabalho regular na Roma, Di Francesco assinou um contrato que deveria durar três anos. No entanto, o desempenho desastroso de 1 vitória e 6 derrotas foram imperdoáveis. O acordo entre clube e treinador garantiu o pagamento de apenas um ano.

Na curta passagem pela Samp, Di Francesco conquistou os três pontos com a vitória única contra o Torino, na quarta rodada, em casa. Aliás, a Fiorentina estava sem ganhar um jogo sequer há mais de 200 dias. O tabu foi quebrado justamente no jogo contra a Sampdoria:

Sampdoria 0x3 Lazio
Sassuolo 4×1 Sampdoria
Napoli 2×0 Sampdoria
Sampdoria 1×0 Torino
Fiorentina 2×1 Sampdoria
Sampdoria 1×3 Inter
Hellas Verona 2×0 Sampdoria

No lugar de Di Fra, o time de Gênova já pensa em alguns nomes. Um deles é Stefano Pioli, que estava na Fiorentina e também está na mira do Milan. As outras opções que agradam são Beppe Iachini e Gianni De Biasi.


Comentários

Comentários

Top