Mascotes dos times italianos: veja a lista completa e origens

Mascotes dos times italianos

Ainda que não sejam tão populares quanto em outros países, os mascotes dos times italianos são parte da história do futebol nacional. A simples existência deles, sejam animais ou criaturas mitológicas, colaborou fundamentalmente para a popularização do campeonato italiano.

Afinal, você consegue pensar na Lazio sem visualizar a águia sobrevoando o Estádio Olímpico? Ou ainda falar do Torino sem imaginar o icônico touro de Turim? Aposto que a resposta é “não” para ambos os casos.

Pois pode não parecer, mas os italianos valorizam muito os mascotes e símbolos. Quase tanto quanto as cores e escudos dos times. Para eles, os personagens acabam ajudando a pintar a identidade dos clubes. É bem comum ver torcedores (para o bem e para mal) usando os mascotes para elogiar ou rebaixar o rival. Outro setor muito interessado no assunto é a imprensa, sobretudo aquela apetecida pelo jornalismo literário. Esta acaba usando as figuras para ilustrar e carregar o artigo com certa dose de romance.

Relacionado: veja lista dos escudos mais feios do mundo

Aliás, essa é justamente a diferença entre o tratamento dado no Brasil e lá, com os mascotes dos times italianos. Por aqui, olhando as torcidas organizadas, é bem comum encontrarmos versões bizarras dos mascotes, com cigarros, armas e músculos exagerados. Uma clara tentativa de intimidar rivais com esses estereótipos. Na Itália, por outro lado, a referência é mais “amigável”. Alguns dos personagens têm até nome.

Outro ponto diferencial dos mascotes dos times italianos é a valorização e o orgulho regional. Por exemplo, clubes como Cagliari, Udinese e Pescara adotam como mascote, ou símbolo, as próprias cidades e comunas onde estão situados. Alguns deles fazem isso até mesmo nos escudos.

Os mascotes dos times italianos

Juventus – Zebra

Mascotes dos times italianos - Juventus
A zebra J (Juventus.com)

A Juventus fez das suas cores a inspiração para escolher a zebra como sua mascote. Aliás, na temporada atual, a camisa ficou ainda mais parecida com a pele do animal (clique aqui para ver), que é carinhosamente chamada de “J”.

Inter – Serpente/Víbora

Mascotes dos times italianos - Inter
Ilustração mostrando a imponente serpente da Inter assustando demais mascotes (Nike)

A Internazionale tem como mascote um “biscione“, que pode ser traduzido como uma espécie de serpente. O motivo? Ela era o símbolo oficial da família Sforza, classe de governantes no período do Renascimento. Ele atende pelo nome de Ambrogio, o mesmo do padroeiro de Milão.

Milan – Diabo

Mascotes dos times italianos - Milan
O diabo Milanello (Milan)

Chamado de Milanello, mesmo nome do centro de treinamento, o diabo é o mascote do Milan. Alguns blogs de torcedores rossoneri afirmam que a escolha se deve ao fácil uso das cores (preto e vermelho). Outros, mais românticos, defendem que Herbert Kilpin, primeiro treinador e fundador do time, disse que formaria “uma squadra de diabos” no ato de criação do Milan.

Torino – Touro

Mascotes dos times italianos - Torino
Falar “Toro” e Torino é praticamente a mesma coisa (Gazzetta)

Quem vai à Piazza San Carlo, em Turim, encontra no chão um imponente touro de bronze. O animal é o símbolo da cidade e também do Torino, que “venceu” a rival Juventus na eleição do mascote. Tanto que, além de mascote, o animal virou apelido do clube.

Roma – Lobo

Mascotes dos times italianos - Roma
O lobo da Roma (TuttoMercato)

Reza a lenda mais simbólica de Roma que os irmãos Rômulo e Remo, fundadores da capital italiana, foram salvos e amamentados por uma loba, quando recém-nascidos. Eles foram jogados no rio Tibre, mas o animal os acolheu. Por isso, o clube giallorosso da capital se apoderou do símbolo. Enquanto mascote, o bicho virou um lobinho chamado Romolo.

Lazio – Águia

Mascotes dos times italianos - Lazio
A águia da Lazio voando com suas cores (RomaToday)

A Lazio é um dos poucos times que tem o mascote de verdade. A águia, símbolo icônico do time, tem nome (Olympia) e, desde 2000, sobrevoa o Estádio Olímpico antes dos jogos em casa. Ela é uma das mais famosas entre os mascotes dos times italianos

Napoli – Burro

Mascotes dos times italianos - Napoli
O primeiro escudo do Napoli, à esquerda, e o burro, à direita (Panini)

Originalmente, o Napoli “nasceu” tendo o cavalo como símbolo e mascote. Tanto é que o primeiro escudo de todos, em formato oval, tinha um equino branco em cima de uma bola. Porém, em mais uma daquelas lendas, isso acabou mudando. Hoje, seu mascote é um simpático burro. Sua escolha, dizem, surgiu diante da simultaneidade de uma temporada horrível e a popularidade de uma história. Nela, um senhor usava um burro para colher figos durante a noite.

Fiorentina – Lírio

Mascotes dos times italianos - Fiorentina
O lírio vermelho (Flickr)

A Fiorentina não tem propriamente um mascote, mas um símbolo. Conhecendo ou não a história do clube, é fácil de imaginar a relação com o lírio, ou flor-de-lis. Há quem diga que o clube tentou lançar um grilo como mascote, porém não agradou.

Sampdoria – Marinheiro Baciccia

Mascotes dos times italianos - Sampdoria
O marinheiro da Sampdoria (Panini)

O mascote da Sampdoria é o marinheiro Baciccia. O nome é um diminutivo de Giambattista, pintor italiano nascido em Gênova, que também é símbolo da área portuária da comuna.

Atalanta – Deusa

Mascotes dos times italianos - Atalanta
O Eclipse de Atalanta, de Charles Meere (Pinterest)

A deusa que dá nome ao clube também é o modo com a imprensa se refere à Atalanta. Ao olharmos o escudo do clube com cuidado, a silhueta é facilmente visível. Segundo a mitologia, Atalanta é a deusa da velocidade e da corrida.

Bologna – Máscara Balanzone

Mascotes dos times italianos - Bologna
Ilustrações do Balanzone

O caso do Bologna é um daqueles que o mascote é uma mistura de personagem e objeto. O Balanzone é uma espécie de máscara bolonhesa muito famosa. Porém, nome também faz referência a um personagem bem caricato.

Genoa – Grifo

Mascotes dos times italianos - Genoa
O grifo do Genoa (Gazzetta)

O grifo, uma espécie de animal com cabeça e asas de águia e o corpo de leão, está no escudo e na identidade do Genoa. Por isso, acabou virando mascote e apelido do time.

Frosinone – Leão

Mascotes dos times italianos - Frosinone
Lillo, o leão do Frosinone (ParisNews)

O Frosinone é um dos poucos times que leva o mascote para o campo, com aquela espécie de fantasia. O leão, de nome Lillo, também está exposto no escudo do clube. A título de curiosidade e certa tristeza, o time optou pelo animal após a morte de Chicco, o cachorro que era tratado como mascote no exato significado da palavra.

Cagliari – os 4 mouros

Mascote dos times italianos - Cagliari
A nova bandeira da Sardegna (SoccerStyle24)

Situado na ilha da Sardegna, o Cagliari faz da bandeira da região a inspiração para escolha do seu mascote. Nela, são vistos 4 mouros com os olhos vendados. Entretanto, recentemente, a bandeira e o próprio símbolo sofreram alterações. As quatro cabeças mudaram de lado, da esquerda para a direta, e tiraram as vendas.

Bari – Galo

Mascotes dos times italianos - Bari
Um torcedor vestido de galo no estádio San Nicola

Dentre todos os italianos, o Bari parece ser o mais conhecido pelo seu mascote: o galo. Diz a lenda que a escolhe foi selada em 1928, por meio de uma votação proposta por um jornal. À época, a alcunha foi bem aceita e se mantém até hoje.

Catania – Elefante

Mascotes dos times italianos - Catania
O mascote do Catania

Praticamente todos já sabem que o elefante é mascote e símbolo do Catania. Sabe o porquê? A Fonte do Elefante é o principal ponto turístico da região. Antes, a identidade local estava diretamente relacionada a São Jorge. Porém, isso foi rompido em razão de insatisfação popular com o modo como eram governados.

 

Comentários

Comentários

Top