Conheça os maiores clássicos do campeonato italiano

Zanetti Maldini no derby della madonina

Falar de clássicos do campeonato italiano e não mencionar Milan, Internazionale e Juventus é tarefa difícil, mas hoje vamos expandir esse conceito. Seja pela rivalidade local ou histórica, esses jogos apimentam o campeonato ano após ano. Na Itália ou qualquer outro país com tradição futebolística, os confrontos entre rivais mobilizam torcida, imprensa e jogadores de forma colossal. 

Há torcedores que toleram até mesmo uma péssima campanha, desde que não inclua uma derrota para o arquirrival. No futebol italiano, a obrigação é exatamente a mesma. Uma prova disso é a tradição extraoficial de, assim que a tabela do ano inteiro é lançada, os jornais imediatamente destacarem as datas dos clássicos.

O fato é que, do norte ao sul da Itália, na Serie A ou na Serie B, os clássicos são parte essencial do futebol italiano. Graças a eles, jogadores foram eternizados, para o bem e para mal, assim como campeões e até mesmo campeonatos.

O que são clássicos ou derbys?

Primeiramente, é importante esclarecer a diferença entre clássico e derby. Ainda que para nós, brasileiros, ela não exista.

Enquanto o “clássico” serve para generalizar uma rivalidade entre dois times de futebol, o “derby” ou “derbi” vai além. Trata-se de um encontro entre clubes que compartilham rua, bairro, cidade ou estado, no caso do Brasil. Ou seja, eles alimentam uma rivalidade regional.

Na Itália isso muda um pouco, em virtude da divisão do país, que se dá por meio de regiões, que se desdobram em províncias.

O mundo do calcio também não costuma deixar nenhum clássico sem título. Isso se deve, de uma maneira geral, ao trabalho mais poético e fantasioso de jornalistas do passado. À época, eles aplicavam termos aos jogos, quase sempre homenageando determinado monumento da cidade em questão.

Vale lembrar que, com o passar dos anos, novos confrontos ganharam tratamento de clássico em razão de disputas de títulos. Dito isso, e sabendo que na Itália todos os encontros entre rivais são chamados exclusivamente de derby, vamos à lista dos principais clássicos do campeonato italiano.

Os maiores clássicos do campeonato italiano

Derby della Madonnina – Milan e Internazionale

Derby della Madonnina – Milan e Internazionale
A icônica foto de Materazzi e Rui Costa (Reuters)

Um dos derbis mais representativos de toda a Itália, o confronto entre Milan e Internazionale é um verdadeiro acontecimento sediado pela cidade de Milão.

Seu nome é explicado pela estátua de Madonna Assunta, localizada no topo do Duomo da cidade. Até hoje, as equipes já disputaram mais de 200 jogos, quase sempre no icônico estádio San Siro. Para muitos, trata-se do mais importante entre os clássicos do campeonato italiano.

Derby d’Italia – Juventus e Internazionale

Derby d'Italia - Juventus Inter Del Piero Ronaldo
Del Piero e Ronaldo no Derby d’Italia (Reprodução)

Aqueles que defendem times que não estão neste clássico torcem o nariz, e isso tem gerado polêmica atrás de polêmica. Porém,  há uma explicação para o título.

Tudo começou em 1967, quando o jornalista Gianni Brera intitulou o jogo entre Juventus e Internazionale pela primeira vez. À época, a rivalidade se desenvolveu de tal forma que superou aquelas dadas por região, daí a aplicação do termo “derby”.

Além disso, Juventus e Inter eram os maiores campeões italianos e também os únicos que nunca tinham caído para a Serie B.

Derby della Capitale – Roma e Lazio

Derby della Capitale, quente como sempre (Reuters)
Derby della Capitale, quente como sempre (Reuters)

Também chamado de “Derby di Roma” por motivos óbvios, o clássico é um perfeito sinônimo de rivalidade, tendo seu primeiro acontecimento datado de 8 de dezembro de 1929.

Roma e Lazio dividem não somente a capital italiana, como também o Stadio Olimpico. Dino Da Costa é o artilheiro máximo do derby, com 12 gols. O jogador com maior presença é Francesco Totti, com 42 jogos.

Derby della Lanterna – Sampdoria e Genoa

Derby della lanterna (Reprodução)
Derby della lanterna (Reprodução)

O clássico realizado em outubro de 2016 foi o de número 113. São mais de 100 jogos entre duas das mais tradicionais e bonitas camisa do futebol mundial.

Desde 3 de novembro de 1946, data da primeira partida, foram contabilizadas 40 vitórias para a Samp, 29 para o Genoa e 44 empates. O nome do derby é uma referência ao farol, ou lanterna, que é o símbolo máximo de Gênova.

Derby della Mole – Juventus e Torino

Derby della Mole (Reuters)
Derby della Mole (Reuters)

A exemplo do que ocorre com Milão e Gênova, Turim também tem seu principal monumento arquitetônico homenageado no derby. Trata-se do prédio Mole Antonelliana, do Museu Nacional de Cinema.

Juventus e Torino se enfrentam desde 1907 e, apesar da disparidade recente de qualidade, a história ainda é forte o suficiente para manter a rivalidade viva.

Derby di Sicilia – Palermo e Catania

Derby di Sicilia – Palermo e Catania
Miccoli e Terlizzi em ação no Derby di Sicilia Sky Sports)

Nos filmes que envolvem Itália e máfia, ela quase sempre é o pano de fundo da história: Sicília. No caso de Palermo e Catania, o mesmo acontece e o resultado é tão excitante quanto um filme do gênero.

Embora nem sempre tenham ambas as equipes estado na mesma divisão, o roteiro é o mesmo desde 1963 para um dos melhores clássicos do campeonato italiano.

Clássicos do campeonato italiano desconhecidos

Por fugirem do mais importante cenário do futebol italiano, alguns clássicos não ganham muito brilho, à primeira vista. No Brasil não são todos os confrontos de grande rivalidade que ganham nomes, já na Itália quase todo confronto local recebe um título digno de poesia:

Derby dell’Arno – Fiorentina e Empoli
Derby del Sole – Napoli e Roma
Derby della Scala – Hellas Verona e Chievo Verona
Derby delle Due Sicilie – Napoli e Palermo
Derby della Via Emilia – Bologna e Modena
Derby di Puglia – Bari e Lecce
Derby dell’Appennino – Bologna e Fiorentina
Derby delle Isole – Cagliari e Palermo
Derby dell’Emilia – Parma e Bologna

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

Top