Jornais italianos repercutem aposentadoria de Julio Cesar

Aposentadoria de Julio Cesar no Flamengo

O jogo Flamengo 2×0 América – MG, realizado neste sábado, 21 de abril, marcou a aposentadoria de Julio Cesar. Aos 38 anos, o goleiro brasileiro abandonou os gramados de forma definitiva com a mesma camisa que começou no futebol.

Antes do rubro-negro, Julio Cesar estava no Benfica. Após se machucar e ver o compatriota Ederson ocupar a posição titular, ele renovou o contrato, mas, em lágrimas, anunciou o fim da carreira, em novembro de 2017. Porém, para surpresa até mesmo de sua esposa, Susana Werner, o goleiro brasileiro voltou atrás e confirmou a vinda para o Flamengo.

À época, uma declaração polêmica da própria Susana tomou as manchetes do Brasil. “No sábado estávamos jogando boliche, e no domingo veio a bomba. (…) Felicidade para os flamenguistas, tristeza para mim, que estou longe. Tenho que passar por uma coisa que eu não queria, não esperava e não estou feliz de estar longe”, desabafou Susana.

Diante da aposentadoria de Julio Cesar, o mundo do futebol prestou homenagem em forma de retrospectiva. Atitude especial para os italianos, que lembraram a brilhante passagem do goleiro pela Internazionale. Com a camisa nerazzurra, foram 7 anos de glórias, com destaque para o triplete 2009-2010. Naquela temporada, ele ergueu taças do campeonato italiano, da Copa Itália e da Champions League.

Embora tenha também a marca negativa por ter sido o goleiro da seleção brasileira no 7×1 para a Alemanha, pouco foi visto no noticiário sobre isso. Em entrevista à Gazzetta Dello Sport, ele revelou que a defesa mais bela foi contra o Messi, nas semis da Champions League. “Uma das primeiras coisas que ensinam aos goleiros é que uma defesa só é bela se for importante. Aquela foi importantíssima!”, disse.

Confira a repercussão da aposentadoria de Julio Cesar

Navegue pela galeria de imagens clicando em uma delas e veja o que disseram os jornais italianos:

Comentários

Comentários

Top