Final da Libertadores 2018: Itália quer sediar o jogo Boca x River Plate

Final da Libertadores 2018 River Boca Gênova

O segundo jogo da final da Libertadores 2018, a ser disputado entre Boca Juniors e River Plate, poderá acontecer na Itália. Segundo informações do Corriere Dello Sport, a comunidade de Gênova teria se oferecido para receber a finalíssima da copa. O jogo de ida aconteceu na Bombonera e acabou em empate por 2×2. O da volta, porém, ainda não tem data nem local definidos, ainda que devesse acontecer no Monumental, estádio do River.

Desde que os dois times que protagonizam o Superclássico Argentino chegaram juntos à final, o temor pela segurança tomou conta das autoridades. Tanto que o jogo com mando do Boca teve torcida única. O mesmo deveria acontecer na volta, mas nem isso conseguiu reduzir casos de violência. Diante dos acontecimentos, a partida foi adiada por duas vezes e segue num impasse.

Com isso, a comunidade de Gênova viu a oportunidade para receber os dois clubes argentinos para realização da final. Em carta endereçada aos presidentes dos dois times, a entidade lembrou a proximidade cultural e esportiva com Buenos Aires, cidade-natal de Boca e River. A carta aberta ainda faz referência à tragédia de Gênova, acontecida recentemente e que mobilizou toda a Itália em razão da queda da ponte Morandi.

“Os dolorosos acontecimentos que recentemente nos atingiram despertaram um profundo senso de comunidade e de redescoberta de nossas raízes. Por isso, tenho o prazer de informar que nossa cidade está disponível para sediar esta importante e prestigiosa final da Copa Libertadores do Derby Argentino”

Apesar do manifesto, é muito improvável que o jogo vá para Gênova ou qualquer lugar fora da Argentina. Isso porque, como o Boca já jogou o primeiro em casa, o River sairia prejudicado por atuar em campo neutro. Outra hipótese era levar a partida para os Emirados Árabes, que também não deve acontecer pelo mesmo motivo. A ideia era facilitar a realização do Mundial de Clubes, que acontece dia 18 de dezembro.

Final da Libertadores 2018: cronologia dos acontecimentos

Adiamento do 1º jogo por causa de chuva

O jogo Boca x River, que aconteceria no dia 10 de novembro, na Bombonera, foi adiado por causa da forte chuva que atingiu Buenos Aires. Com isso, os times entraram em campo só no dia seguinte. O resultado foi 2×2.

Adiamento do 2º jogo após ataques ao ônibus do Boca

O jogo da volta, que aconteceria dia 24 de novembro, foi adiado para o dia seguinte. Na chegada ao estádio, o ônibus do Boca foi atacado por torcedores rivais e muitos jogadores acabaram feridos.

Novo adiamento do 2º jogo; jogadores do Boca sem condições de entrar em campo

Depois do ocorrido, a Conmebol decidiu realizar a partida já no domingo, dia 25 de novembro. Porém, os jogadores do Boca alegaram não ter condições de entrar em campo, e que estariam em desigualdade.

Decisão do 2º jogo nos tribunais

O Boca chegou a exigir que os pontos da partida sejam dados a ele, juntamente com o título da competição.

Final da Libertadores no estádio do Real Madrid

Depois de muita enrolação, a Conmebol decidiu realizar o segundo jogo da final na Espanha, no estádio do Real Madrid, dia 9 de dezembro.

Comentários

Comentários

Top