Entenda a polêmica mudança nos horários dos jogos do campeonato italiano

Novos horários dos jogos do campeonato italiano

A temporada 2018-2019 do futebol internacional se aproxima e é preciso lidar com uma polêmica: os novos horários dos jogos do campeonato italiano. A atualização no calendário é apenas uma das tantas que o calcio aguarda para a próxima edição da competição.

Tudo começou quando a Lega A Serie A confirmou a novidade. À época, a nova distribuição das partidas foi vendida como algo positivo, porém não conseguiu esconder seus problemas. Principalmente pelo claro fator econômico (ou lucrativo) ter sido levado mais em consideração do que qualquer outra coisa.

Relacionado: veja como assistir ao campeonato italiano na TV e online no Brasil

Basicamente, o campeonato italiano 2018-2019 terá jogos em mais horários. Por exemplo: uma única rodada poderá chegar a ter disputas em 8 horários distintos. Atualmente, o público da Itália está acostumado a assistir ao futebol aos sábados e domingos, da seguinte forma:

  • Jogos nas faixas: 12h30, 15h, 18h e 20h45 (sempre no horário local da Itália)

Com a nova programação, de acordo com o Panorama, os horários dos jogos do campeonato italiano ficarão assim:

  • Sábado: um jogo às 15h, um jogo às 18h e um jogo às 20h30;
  • Domingo: um jogo às 12h30, um jogo às 18h, um jogo às 20h30;
  • Segunda-feira: um jogo às 20h30
  • Jogos no meio de semana: quarta e quinta-feira, às 19h e 21h.

Mas por que isso é tão ruim?

Novos horários dos jogos do campeonato italiano: os problemas

Está bem claro que a programação a ser usada nos próximos anos copia a metodologia da Premier League e da La Liga. O problema é que, conforme já dito, o formato prioriza o mercado televisivo (fechado, é bom que se diga). Não levando muito em conta hábitos, disponibilidade e audiência do grande público.

Isso sem falar no foco total no mercado asiático. Aliás, na temporada passada, o jogo Milan x Inter, um dos maiores clássicos da Itália, teve horário ajustado para favorecer audiência no oriente. No Brasil, algo semelhante aconteceu quando a FOX Sports decidiu simplesmente não transmitir a partida, atitude que causou enorme protesto dos torcedores daqui.

Em artigo publicado no TuttoSport, a jornalista e apresentadora do programa 90° minuto, Paola Ferrari, lamenta a possibilidade do fim do programa. Diante da conturbada negociação sobre direitos televisivos do torneio e da mudança de horários, assistir ao campeonato italiano poderá acontecer somente na TV paga, segundo ela. O que comprometeria boa parte da programação esportiva da RAI, incluindo o 90° minuto.

Paola Ferrari apresentadora do 90 minuto
A apresentadora Paola Ferrari no 90º minuto (Reprodução)

“Já estamos sem a Itália na Copa do Mundo. Agora para assistir ao futebol na TV, você tem que pagar. Não gosto nada disso e não digo por ser apresentadora do 90º. Na próxima temporada, vou dirigir uma transmissão na Champions League e um espaço na Seleção, então não faço parte disso. Digo como cidadã e jornalista da RAI. Estão obrigando pessoas a pagar por um produto que foi de graça por mais de 48 anos”, desabafou a italiana.

Para o público brasileiro, o problema é semelhante. Afinal, é preciso aguardar o fim da negociação por lá para descobrir onde poderemos (e se poderemos) assistir ao calcio na TV fechada daqui.

Comentários

Comentários

Top