Veja quantos títulos tem o Parma

Títulos do Parma

O atual Parma Calcio 1913, ou simplesmente Parma, é um dos clubes mais tradicionais e “internacionais” da Itália. Os títulos que o clube conquistou nos anos 90 fizeram seu nome ecoar por todo o globo, em especial o Brasil.

No passado recente, o time seguiu a péssima tradição futebolística italiana de falência financeira e, praticamente, encerrou atividades. Por outro lado, o tal “costume” foi felizmente acompanhado de um renascimento, mas lá na Serie D.

O triste acontecimento não abalou torcedores e admiradores, tampouco apagou a história dos títulos do Parma. Ainda que emblemático e centenário, o clube deslanchou na conquista de taças somente na década de 90, muito em parte por causa da Parmalat e da formação de um brilhante esquadrão.

Sobre as conquistas, muita gente relembra o histórico time com Buffon e Cannavaro, e se surpreende ao descobrir que o Parma jamais venceu o campeonato italiano. O clube não figura dentre os campeões da Serie A.

Por outro lado, no cenário internacional, a história é bem diferente.

Os maiores títulos do Parma são:

  • Copa Itália: 3 títulos
  • Supercopa da Itália: 1 título
  • Copa das Copas: 1 título
  • Copa UEFA: 2 títulos
  • Supercopa da UEFA: 1 título

Quantos títulos de campeonato italiano tem o Parma?

Scudetto

O Parma jamais venceu o campeonato italiano em mais de 100 anos de história.

Saiba mais

Quantos títulos de Copa Itália tem o Parma?

Copa Itália

O Parma venceu a Copa Itália 3 vezes no intervalo de 10 anos, entre 1992 e 2002.

Saiba mais

Quantos títulos internacionais tem o Parma?

Europa League

Contando todas as taças, o Parma tem 4 títulos internacionais, contando Copa da UEFA e a antiga Copa das Copas.

Saiba mais

Campeonato italiano

Títulos do Parma - Zola
Zola, um dos símbolos do Parma em 1996-1997, que quase levou o scudetto (Reprodução)

O Parma não tem nenhum título do campeonato italiano. Tal informação sobre o clube centenário e tão conhecido no mundo todo pega muita gente de surpresa. Mas é verdade.

Quando falamos de Parma, é comum fazer a associação com imagem de Cannavaro, Buffon, Verón, Crespo, Thuram, entre outros, levantando taças de copas nacionais e internacionais.

A observação a ser feita é que a relação do clube com a Serie A, isto é, o campeonato italiano, nunca foi igualmente frutífera. Nem enquanto esses jogadores estiveram vestindo a camisa crociata.

A história do Parma começou em 1913, como o próprio nome atual revela, porém chamado na data de fundação de Parma Foot Ball Club. Apesar de estar dentre os primeiros times italianos a existirem, a história de taças é bem diferente de Juventus e Inter. E está mais próxima do Cagliari, pra dizer a verdade.

A relação do clube crociato com o scudetti – ou pelo menos com a briga pelo scudetto – é bem recente. O primeiro acesso à Serie A aconteceu somente ao fim da temporada 1989-1990.

Um ano mais tarde, começaria a era de ouro do Parma. Entretanto, o dinheiro das contratações foi traduzido em taças, mas nunca do campeonato italiano.

Em toda sua história, o melhor resultado do clube gialloblù foi o vice-campeonato da temporada 1996-1997. Naquele ano, o título foi parar nas mãos da Juventus. No confronto direto, o Parma, do técnico Carlo Ancelotti, levou a melhor com uma vitória e um empate. Contudo, ao final do torneio, a vecchia signora ficou à frente por três pontos.

Copa Itália

Títulos do Parma - Copa Itália
A festa do Parma pelo título da Copa Itália de 2002 (ANSA/GIORGIO BENVENUTI)

O Parma tem 3 títulos de Copa Itália. Eles foram conquistados nas temporadas 1991-1992, 1998-1999 e 2001-2002, sendo este o mais recente da história do clube.

A relação do Parma com o torneio mais democrático da Itália talvez seja a melhor forma de contar a história da sua era de ouro.

Tudo começou na temporada 1989-1990, ano do primeiro acesso do Parma à Serie A. O clube finalmente chegou à primeira divisão após garantir o 4º posto na Serie B – na época, era suficiente.

Parma e a Parmalat

Logo no primeiro ano na elite, chegou a notícia mais marcante da década de 90: a compra do Parma pela Parmalat. O grupo liderado por  Calisto Tanzi, que acabaria condenado à prisão mais tarde, fez na Itália algo semelhante ao feito no Brasil, com o Palmeiras.

A aquisição por parte da empresa foi determinante para injetar dinheiro nos cofres, trazer nomes de peso para o gialloblù e conquistar títulos. Não a primeira, mas seguramente a mais marcante, foi a chegada de Claudio Taffarel. O goleiro brasileiro foi o primeiro goleiro estrangeiro a atuar no campeonato italiano.

Na primeira campanha na Serie A, o Parma “da Parmalat” acabou em 6º lugar. Logo na temporada seguinte, veio o primeiro título do clube: a Copa Itália de 1991-1992. Na final, que naquela época era disputada em ida e volta, uma derrota para a Juventus por 1×0, seguida da vitória por 2×0. Começa-se, então, o ciclo de ouro.

A taça foi brindada com as contratações de Faustino Asprilla e Gianfranco Zola.

Depois da estreia da sala de troféus, taças internacionais foram encaminhadas (veja na sequência deste artigo), até a chegada da temporada 1998-1999. Um dos períodos mais importantes para a história do Parma. Definitivamente, a época do melhor elenco de todos do clube.

Enquanto o Palmeiras vencia a Libertadores na América do Sul, o gialloblù italiano conquistava sua segunda Copa Itália. Desta vez, no entanto, o triunfo veio sobre a igualmente histórica Fiorentina, de Batistuta.

A diferença é que, do lado do Parma, o treinador Alberto Malesani tinha à sua disposição jogadores como: Buffon, Crespo, Verón, Cannavaro e Thuram.

O ciclo de ouro do Parma perdurou até 2003. Um ano antes, veio o terceiro e último título registrado do time: a terceira Copa Itália. Uma vez mais, quis o destino que a Juventus fosse a rival na finalíssima.

No time da Juve, já estavam os recém-contratados do próprio Parma: Buffon e Thuram. Por outro lado, já pertenciam ao clube o japonês Nakata e o brasileiro Junior, que, aliás, fez o gol da vitória no jogo da volta da final.

O jogo de ida da final da Copa Itália 2002: Juventus x Parma
O jogo da volta da final da Copa Itália 2002: Juventus x Parma

Um ano depois do título, contudo, mais precisamente em 8 de dezembro de 2003, foi decretado o começo do fim: a falência da Parmalat.

Como muitos sabem e lembram, o Parma acabaria sofrendo as consequências do ocorrido alguns anos depois, com a queda para a Serie D.

Copa Itália: 1991-1992, 1998-1999 e 2001-2002

Títulos internacionais

Títulos do Parma - Copa UEFA 1998 1999
Jogadores celebram a Copa da UEFA 1998-1999 (reprodução)

O Parma tem 4 títulos internacionais, sendo 1 Copa das Copas; 2 Copa UEFA e 1 Supercopa da UEFA. A exemplo das demais, essas taças também foram erguidas na dourada década de 90.

O curioso da história do Parma com títulos internacionais é justamente possui-los sem nunca ter vencido o campeonato italiano.

O começo das campanhas vitoriosas além das fronteiras da Itália se deu, também, pela chegada da Parmalat. Logo no começo da era, em 1990, como dito anteriormente, o gialloblù já arrematou a Copa Itália 1991-1992.

Naquela época, a UEFA dava aos campeões das principais copas nacionais da Europa uma vaga na Copa das Copas. Logo em sua primeira participação, o Parma superou Újpest, Boavista, Sparta Praga, Atlético Madrid em turnos eliminatórios, e triunfou sobre o Anversa na final. Esse foi o primeiro título internacional do Parma.

E tudo isso foi apenas o começo.

Na história, um título acabou levando a outro, e a outro, e a outro. Por vencer a Copa Itália, o Parma foi para a Copa das Copas. Por vencer a Copa das Copas, ele foi à Supercopa da UEFA. E advinha o que aconteceu?

Sim, em 1993, o clube fez o que faria em toda a década de 90: decidiu um título internacional contra uma squadra italiana. No caso, foi o poderoso Milan de Baresi, Saviceviv e Maldini. No regulamento da época, o torneio de dois clubes era decidido em ida e volta. Na ida, 1×0 para o Milan. Na volta, gols de Sensini, Crippa e segundo título internacional para o Parma.

Por passar a se posicionar melhor no campeonato italiano ao final de cada temporada (mesmo sem o scudetto), o clube virou frequentador das principais competições da UEFA.

A Copa das Copas, a primeira taça, realizou a última edição no final dos anos 90. Contudo, o Parma virou figura marcante da Copa da UEFA, a atual Europa League.

Ainda na brilhante e super internacional temporada de 1993-1994, a 5ª colocação na Serie A levou o time a uma nova jornada na Copa da UEFA seguinte. Naquela época, não havia a divisão de grupos, e sim o começo por meio de uma “32-avos-de-final”.

Foi a final daquele torneio que deu ao Parma um novo atributo: ser a pedra no sapato da Juventus. Em novos dois duelos contra a vecchia signora, uma vez mais em uma final, o gialloblù contou com dois gols de Dino Baggio (um em cada partida) para ficar com o primeiro título da Copa UEFA da sua história.

Em 1998-1999, ninguém imaginava, mas o Parma se despediria do seu melhor elenco de todos os tempos com nova taça da Copa UEFA. Depois do triunfo, a Juventus, provavelmente cansada das derrotas, levaria Buffon e Thuram. Mais tarde, Cannavaro também.

Antes disso, juntos, eles chegaram à final contra o Olimpique Marselha – desta vez, em jogo único. Um placar impactante e indiscutível de 3×0 (Crespo, Chiesa e Vanoli) sacramentou a taça, além do próprio time.

Copa das Copas: 1992-1993

Copa UEFA: 1994-1995 e 1998-1999

Supercopa da UEFA: 1993

Comentários

Comentários