As mais icônicas duplas de ataque do campeonato italiano

O futebol moderno pressiona e empurra o esquema tático com dois atacantes para a extinção, ainda que as provas do passado mostrem o quão positivas e matadoras as duplas de ataque podem ser.

Na Itália dos anos 90 ao fim dos 2000, um quase pacto informal entre treinadores de todos os times fez com que essa fórmula ganhasse força e, com a enorme ajuda de jogadores talentosos, criou uma geração com as melhores duplas de ataque do campeonato italiano.

Cassano e Pazzini

Duplas de ataque - Cassano e Pazzini na Sampdoria
Juntos na Sampdoria, de 2009 a 2011, recuperaram forças próprias e da squadra (Calcio Fanpage).

Mancini e Viali

Duplas de ataque - Vialli e Mancini na Sampdoria
Os “gêmeos do gol” jogaram juntos de 1984 a 1992, na Sampdoria, quando venceram o Scudetto entre tantas outras copas (Corriere dello Sport).

Eto’o e Milito

Duplas de ataque - Milito e Eto'o
Os nomes do ataque da Inter, de 2009 a 2011, período que venceram absolutamente tudo (Zimbio).

Toni e Mutu

Duplas de ataque - Mutu e Toni Fiorentina
Unidos em apenas uma temporada, mas suficiente pra fazer Toni ganhar a chuteira de ouro, com 31 gols (TuttoMercatoWeb).

Inzaghi e Shevchenko

Duplas de ataque - Inzaghi e Shevchenko no Milan
Um ataque que se manteve praticamente o mesmo por 5 anos, dando um título a cada ano ao Milan (Vavel).

Del Piero e Trezeguet

Duplas de ataque - Del Piero e Trezeguet Juventus
Dupla de ataque que, durante 10 anos, foi um jeito diferente de dizer “Juventus” (India.com).

Totti e Montella

Duplas de ataque - Montella e Totti
Grandes responsáveis pelo último Scudetto da Roma, em 2001 (CalcioMercato).

Rui Costa e Batistuta

Duplas de ataque - Rui Costa e Batistuta Fiorentina
Antes de ir para a Roma, Batigol recebeu e converteu muitas assistências do português na época da Fiorentina (Pinterest).

Ronaldo e Vieri

Duplas de ataque - Vieri e Ronaldo na Inter
Uma história regada a muitos gols, iniciada em 1999 e encerrada com as lágrimas de Ronaldo em 2002, ano da primeira contusão no joelho (Associated Press).

Crespo e Chiesa

Jogadores do Parma
Responsáveis pelo triênio mais vencedor da história do Parma, com mais de 100 gols anotados e títulos nacionais e internacionais (AP).

Gullit e Van Basten

Duplas de ataque - Gullit Van-Basten Milan
Da lista, talvez a dupla que mais levantou títulos, para felicidade de quem torceu para o Milan de 1987 a 1993 (AC Milan).

Maradona e Careca

Duplas de ataque - Careca Maradona Napoli
Em dois anos, venceram a Copa da Uefa, Scudetto e Copa da Itália (Pinterest).

Faltou alguém?

Comentários

Comentários