Zidane e Materazzi: a cabeçada e o que você ainda não sabe

Zidane e Materazzi cabeçada

Zidane e Materazzi protagonizaram um dos momentos mais icônicos na final Copa do Mundo 2006. Nem é preciso explicar, mas o francês derrubou o italiano com uma cabeçada, acabou expulso e viu a Itália levar o troféu nos pênaltis.

O lance pegou o mundo inteiro de surpresa. Muito se esperava de Zidane, um dos jogadores mais caros do passado. Na final,  ele já tinha até cumprido seu papel com aquela cobrança de pênalti magistral. Contudo, ainda que já tenha brilhado como técnico, seu último jogo será para sempre inesquecível, e tudo por causa do cartão vermelho.

Mais de 10 anos se passaram desde o encontro de Zidane e Materazzi. De lá para cá, muito se discutiu sobre o fato, mas revelações e segredos continuam surgindo. Muito parecido com a famosa convulsão de Ronaldo Fenômeno, em 98.

Zidane e Materazzi: o que foi dito?

À época do acontecimento, os jogadores de futebol não se preocupavam em tapar a boca em discussões durante o jogo. Portanto, não demorou muito para descobrir o que foi dito entre Zidane e Materazzi, via leitura labial.

A Juventus, que recentemente mudou seu escudo, foi por muito tempo o time de Zidane. Pensando no óbvio, é de se imaginar que o diálogo tenha acontecido em italiano.

Confira vídeo de Zidane e Materazzi na Final da Copa do Mundo 2006:

Como é possível ver nas imagens acima, Materazzi marcava Zidane segurando o francês pela camisa. Uma discussão se inicia, aparentemente em tom de brincadeira, até que o camisa 10 acerta a cabeçada. De acordo com o Repubblica, a conversa foi a seguinte:

Zidane: Quer a minha camisa [em tom irônico]?

Materazzi: Prefiro a puta da sua irmã!

“A culpa de Wiltord”

Depois de todo esse tempo, a cabeçada ainda é tema de entrevistas com jogadores de Itália e França. Sagnol, lateral francês naquele jogo, contou sua versão do fato e, surpreendentemente, colocou a culpa em Wiltord, seu companheiro de seleção.

No momento da agressão, a posse a bola estava com Wiltord, no meio do campo. Enquanto isso, Zidane acertava Materazzi próximo da área italiana. Nesse momento, Wiltord parou e chamou atenção do juiz para o que estava acontecendo.

Zidane acerta cabeçada em Materazzi
Cannavaro contesta atitude de Zidane na final da Copa do Mundo de 2006 (AP)

“Se Sylvain [Wiltord] não tivesse chutado a bola para fora, acho que o árbitro nunca teria tomado a decisão de parar o jogo”, disse Sagnol com arrependimento ao Le Vestiaire.

O argumento de Sagnol é, no mínimo, coerente. Visto que, à época, não existia árbitro de vídeo, nem a possibilidade de nenhum árbitro ter visto.

A estátua

 

Em 2012, o artista Adel Abdessemed assinou e expôs em Paris uma escultura que reproduz fielmente o golpe de Zidane a Materazzi. Batizada de “Coup de Tête”, a obra passeou pela França e pela Itália, e também participará da Copa do Mundo 2022, no Qatar.

Estátua de Zidane e Materazzi
A estátua que reproduz a cabeçada de Zidane em Materazzi (Actionplus / Icon Sport)

À época da primeira exposição pública, a escultura foi motivo de muita polêmica. Isso porque muitos repudiaram a reprodução de um ato de violência. Outros ainda questionavam a possibilidade de reduzir a brilhante carreira de Zidane a um momento falho, tomado pela raiva.

Comentários

Comentários

Top